Cineasta Josias Teófilo deve ser o novo secretário adjunto da Cultura

O cineasta Josias Teófilo deverá ser nomeado como novo secretário adjunto da Secretaria Especial de Cultura em substituição a José Paulo Soares Martins, exonerado nesta quarta-feira, informaram ao blog integrantes do governo federal.

Teófilo é o diretor do documentário “O Jardim das Aflições”, sobre o filosofo e professor Olavo de Carvalho. Em novembro do ano passado, ele falou sobre o filme no programa Conversa com Bial (veja vídeo ao final deste texto).

Subordinada ao Ministério do Turismo desde o final de 2019, a Secretaria de Cultura poderá vir a ser comandada pela atriz Regina Duarte, que, até a publicação deste texto, ainda não tinha confirmado se aceitará o cargo.

Ela foi convidada para assumir a secretaria pelo presidente Jair Bolsonaro, que na semana passada demitiu o então secretário, Roberto Alvim.

Segundo informado ao blog, Josias Teófilo será nomeado secretário adjunto mesmo se Regina Duarte não aceitar o convite. Isso já estaria acertado, de acordo com o que o blog apurou.

Em um vídeo institucional, Alvim usou trechos semelhantes aos de um discurso do ministro da Propaganda da Alemanha nazista Joseph Goebbels, antissemita radical e um dos idealizadores do nazismo.

Desde a demissão de Alvim, o cargo de secretário estava sendo ocupado interinamente por José Paulo Soares Martins, indicado pelo ex-ministro da Cultura Marcelo Calero. Ele também substituiu Henrique Pires, exonerado em agosto, quando a secretaria ainda era subordinada ao Ministério da Cidadania.