Brasil precisa se libertar das amarras, diz Delfim Netto

O ex-ministro da Fazenda Delfim Netto vê com “esperança” o governo do presidente eleito Jair Bolsonaro e avalia que a principal missão da nova equipe econômica é libertar o Brasil “das amarras” para conseguir acelerar o crescimento.

“É preciso libertar um pouco o Brasil das amarras a que ele foi submetido por excesso de controle, de regulação”, disse em entrevista ao G1.“.

Na avaliação de Delfim – um dos prinicipais nomes da economia durante o regime militar –, o Brasil perdeu a capacidade de crescer e a próxima equipe econômica, liderada por Paulo Guedes, tem “uma boa chance de dar certo”. “Estou dizendo o seguinte: nós não podemos julgar o governo Bolsonaro antes da posse. Temos de julgar o governo quando ele terminar dia 31 de dezembro de 2022.”