Jovem professor de Goiás será o coordenador do Enem e do Saeb no governo Bolsonaro

Doutor em economia pela Fundação Getulio Vargas e professor universitário em Goiânia, Murilo Resende Ferreira, de 36 anos, é o novo diretor de Avaliação da Educação Básica do Inep – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Vinculado ao Ministério da Educação, o órgão é responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e pelo Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

Murilo Resende Ferreira nasceu em Goiânia e há alguns anos tem se destacado como um dos talentos da chamada nova direita brasileira. Ele é aluno do curso online de Olavo de Carvalho desde 2009 e, em 2015, comandou manifestações pelo impeachment de Dilma Rousseff em Goiás, como coordenador do Movimento Brasil Livre (MBL).

O novo coordenador do Enem é defensor do pensamento liberal e do conservadorismo. Há dois anos, o Jornal Opção o entrevistou para uma matéria especial sobre os espaços conquistados por esse segmento ideológico no ambiente acadêmico em Goiás. Em sua entrevista, Ferreira defendeu o conservadorismo como pilar essencial para a própria sobrevivência da civilização ocidental.

Segundo ele, o conhecimento pressupõe uma estruturação definida, com base na motivação espiritual, desde a filosofia grega. “A preservação da religião de um povo também se faz importante”, disse ele na entrevista de 2016. Murilo Resende vê o momento que vivemos como de perda do simbolismo em todas as representações da sociedade.