Estudantes protestam após criança de 10 anos ferir professora com faca em Simões Filho

Alunos do Colégio Estadual Reitor Miguel Calmon, em Simões Filho, na região metropolitana de Salvador, fizeram um protesto por segurança, nesta sexta-feira (9), após uma professora ter sido ferida com uma faca por uma criança de 10 anos dentro da unidade na última quarta-feira (7/3).

Durante ato, os estudantes deram as mãos entre si e levaram cartazes para pedir paz, com os dizeres “Nos deixaram de escanteio”, “Queremos segurança” e “Estamos vulneráveis”.

AGRESSÃO

O caso ocorreu dentro do Colégio Estadual Reitor Miguel Calmon, localizado na Rua General Labatut, bairro Ponto Parada, região central da cidade. A confusão teria começado do lado de fora da unidade de ensino e a briga foi parar na parte interna da Instituição.

Em nota, a assessoria de comunicação da 22ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), confirmou a agressão. Ainda conforme a PM, a diretora identificada como Nilzete Souza Gomes, relatou que uma criança identificada pela inicial “L”, invadiu o colégio com uma faca em mãos para agredir um adolescente de 13 anos, e que no momento, o portão da garagem da escola estava aberto e sem vigilante.

A corporação informou ainda, que o aluno ao chegar no pátio da escola arremessou a faca em direção ao adolescente, e acabou atingindo a professora identificada como Iranilda Carvalho da Silva, na altura do seio direito. A docente foi conduzida ao Hospital Municipal de Simões Filho (HMSF), sendo medicada e liberada.